Príncipe Harry
Acrobacias radicais

Realeza

A pilotar um avião, o neto da rainha faz polémicos loopings e quedas livres no ar

Sex, 17/04/2015 - 00:00

Ao longo dos últimos anos deixou de haver margem para dúvidas sobre qual dos dois filhos de Carlos e Diana era o mais radical. 
 

William sempre se mostrou muito mais recatado, enquanto Harry se multiplicava em exageros de adrenalina e outros. Daí que não tenham surpreendido as acrobacias que o irmão mais novo de William levou a cabo aos comandos de um velhinho Spitfire, num voo entre o Sussex e a ilha de Wight. Datado da Segunda Guerra Mundial, o avião deu mais do que provas do seu valor em inúmeras batalhas aéreas contra o regime nazi, mas agora foi levado a extremos, em loopings radicais e quedas livres acentuadas, sempre com Harry aos comandos. A atribulada viagem, captada em vídeo em agosto do ano passado, só agora foi revelada. 
 

Harry deslocou-se recentemente à Austrália, onde chegou no passado dia 6 de abril e deverá permanecer numa missão de quatro semanas, uma das últimas que fará antes de abandonar a vida militar, no próximo mês de junho. O príncipe, conhecido no meio militar apenas por Capitão Wales, abandonará o Exército após dez anos de serviço e, durante a sua estadia na Austrália, integrará diversos exercícios com as forças especiais do país e um destacamento aborígene.
 

Ainda antes do final de abril, Harry integrará as comemorações da batalha de Gallipoli, na Turquia, onde, em 1915, milhares de soldados australianos e neozelandeses perderam a vida numa das mais sangrentas refregas da Primeira Guerra Mundial, que daria início à ascensão de Ataturk ao poder e à independência daquele país euro-asiático.   

Texto: Luís Peniche; Fotos: Reuters 

Siga a Revista VIP no Instagram