Erwin Tumir, um dos seis sobreviventes do trágico acidente de avião desta terça-feira na Colômbia, deu uma entrevista, na qual conta o que se passou nos minutos antes do aparelho se despenhar. Tumir afirma que os passageiros entraram em pânico e não seguiram as regras de segurança. 

“Sobrevivi porque segui os protocolos. Naquela situação, muitos se levantaram das cadeiras e começaram a gritar, mas eu coloquei as malas entre minhas pernas para formar a posição fetal que se recomenda nos acidentes", declarou à Rádio Caracol. 

O avião que transportava a equipa de futebol Chapecoense e vários jornalistas despenhou-se perto da cidade colombiana de Medellín pouco antes de chegar ao seu destino. Morreram 71 pessoas. Ainda não são conhecidas as causas do acidente, mas já foi levantada a suspeita de falta de combustível. 

Foto: DR