Multimédia

Fotos
Príncipe alemão casa em Portugal

A festa em Sintra de Dominik de Löwenstein e da condessa Olga castell

Ter, 30/10/2012 - 00:00

 Casaram pelo registo civil na Alemanha no mês de setembro e escolheram Portugal para o casamento religioso. A noiva é a condessa alemã, mas tem sangue português. Olga Castell-Rüdenhausen é bisneta da marquesa Olga de cadaval e fez questão de unir o seu destino ao príncipe alemão na Quinta da Bela Vista, em Colares, perto de Sintra. O noivo é Dominik de Löwenstein-Wertheim-Rosenberg, filho do príncipe Aloys-konstantin de Löwenstein-wertheim-rosenberg e da princesa Anastasia da Prússia e sobrinho da arquiduquesa Maria de Habsburgo que vive no Estoril há várias décadas.

A união do príncipe e da aristocrata aconteceu no sábado, dia 6 de outubro, às 12 horas. Cerca de 300 convidados de vários países da Europa disseram “sim” ao convite e deslocaram-se a Portugal. Respeitando o dress code, as senhoras usaram chapéu e os homens fraque. A cerimónia, que decorreu na quinta da capela e no jardim, foi toda em alemão. O padre Samuel Rodrigues, amigo da família Cadaval-
­-Schönborn, fez apenas uma breve explicação em português da homilia. Depois da bênção, foi servido um cocktail e um almoço na quinta, que é propriedade da mãe da noiva, a condessa Maria Johanna Gabriela de Schönborn-wiesentheid, que também aqui casou com o príncipe alemão Johannes Friedrich Castell-Rüdenhausen.

Impressionados com o bom tempo português, os convidados estrangeiros provaram várias iguarias nacionais, enquanto felicitavam Olga e Dominik. À noite, os convidados voltaram a encontrar-se na vizinha Quinta da Piedade, propriedade da tia da noiva, as senhoras de vestido longo, os homens de smoking. O jantar, com lugares marcados, foi servido nos jardins da quinta. Na hora dos discursos, todos proferidos em alemão, o pai da noiva disse estar muito feliz e o pai do noivo mostrou-se emocionado com a união do filho com a aristocrata. Olga (que usou o mesmo vestido nas duas cerimónias) e Dominik abriram o baile com a tradicional valsa.
A noite do casamento acabou com um elegante convívio ao som da música. Para trás ficou um longo dia que marca o início de uma nova etapa na vida de Olga e Dominik de Löwenstein. A festa no sábado dos príncipes germânicos só terminaria na madrugada de domingo e foi o culminar de três dias de celebrações.

Na antevéspera do casamento, os pais da noiva ofereceram um cocktail na quinta da família em Colares e no dia seguinte, em pleno feriado de 5 de outubro, houve um encontro na Casa Cadaval, a quinta da família, em Muge, que tem coudelaria e produz vinhos ribatejanos tão afamados quanto premiados, como o Marquesa de Cadaval ou Padre Pedro.

A condessa Olga nasceu em 1987, estudou Comunicação e Marketing e tem um master em Corporate Social Responsability. O príncipe tem 29 anos e trabalha para uma companhia de agricultura e fontes energéticas. O casal conheceu-se em 2009 em Michelstadt e depois da lua-de-mel vai viver em Hamburgo.

Texto: Alberto Madeira Miranda; Fotos: Helena Morais

top Multimédia