Damian, o sexto filho da lenda da música reggae Bob Marley, teve uma ideia para um negócio que se espera próspero: transformar uma antiga prisão da Califórnia em estufa para a plantação e desenvolvimento de plantas de canábis.

 

Aos 38 anos, Damian adquiriu o centro penitenciário de Coalinga, com mais de sete mil metros quadrados, por quatro milhões de euros. E explicou à revista Billboard o aspeto simbólico de ir plantar canábis numa antiga prisão, onde tantas pessoas, não violentas, foram encarceradas por terem cultivado ou fumado aquela erva.

 

Claro que este projeto se destina a produzir a variedade de canábis adequada ao uso medicinal e o também músico acredita que irá ser um sucesso. Para além da venda do produto, o projeto ainda dará trabalho a uma centena de pessoas e proporcionará uma taxa anual de cerca de um milhão de euros à vila de Coalinga.

 

Na Califórnia, a venda e o consumo de canábis para fins medicinais será autorizada a partir do próximo mês. A primeira safra de Damian Marley deverá estar pronta para colher no início de 2017.

 

Fotos: Impala