Depois da polémica lançada em torno do videoclip Tequila, Carlos Costa decidiu fazer um vídeo, que publicou na sua página de Facebook, em que expressa a sua opinião em relação a alguns comentários recebidos. Vai ainda mais longe e usa o nome de Rita Pereira para comparar o género de comentários negativos.

“Não julgo quem ainda não conseguiu perceber que isto não passa de uma brincadeira, de uma parvoíce, estudada ao pormenor para causar uma reação em massa e para alertar as pessoas que estou de volta à industria musical”, começou por dizer.  “Criticam o meu trabalho por ódio e preconceito. Criticam porque sou homem com pernas à mostra”, acrescentou. “É muito grave ler comentários em que me tentam ofender pela minha orientação sexual (…) É grave que por causa de um videoclip musical, as pessoas mostrem que vivemos no Mundo cheio de ódio por tudo o que foge aos parâmetros normais”.

Porém, se estes comentários o desiludem, por outro lado confessa: “Já devia estar à espera das críticas do mundo gay. Por exemplo, quem são os maiores haters da Rita Pereira? As mulheres. Porquê? Inveja, porque ela tem um rabo mais arrebitado, do que delas. Porque o corpo dela é melhor. Porque tem uma carreira invejável”.

Recorde-se que Tequilla lançado, em agosto, arrecadou em duas semanas mais 1 milhão de visualizações em apenas duas semanas.

Veja o vídeo completo em que Carlos Costa expressa a sua opinião!

Fotos: Impala e DR