O balanço das vítimas do acidente com um comboio português, esta manhã, em Espanha, foi atualizado. Já são quatro as vítimas mortais. Entre elas está o maquinista, que tem nacionalidade portuguesa. Há pelo menos 50 feridos, alguns em estado grave.

 

Pouco tempo passava das 8h30 da manhã, hora portuguesa, quando se deu o acidente, nas imediações da estação espanhola de Porriño.

 

Eva Garcia de la Torre, presidente da Câmara de Porriño, falou à comunicação social e já confirmou as vítimas, nomeadamente a morte do maquinista, um português de 45 anos.

 

"Há mais de 50 feridos, alguns em estado muito grave", referiu Eva Maria de La Torre. Ainda de acordo com a presidente, o acidente aconteceu numa curva que não tem má visibilidade.

 

O comboio fazia a ligação de Vigo à cidade do Porto, em Portugal. A bordo estavam mais de 60 passageiros. Alguns deles tiveram de ser resgatados com o auxílio de um helicóptero.

 

A Adif, empresa que gere as infraestruturas ferroviárias em Espanha, já enviou as condolências às famílias e abriu um inquérito para apurar as causas do acidente.

 

Fotos: Lusa e DR